O Naturismo é uma forma de viver em harmonia com a Natureza caracterizada pela prática da nudez colectiva, com o propósito de favorecer a auto-estima, o respeito pelos outros e pelo meio ambiente.

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

O Nudismo na FPN

O Nudismo na FPN

Com a actualização dos Estatutos da FPN em Abril de 2013, foi adicionada a palavra nudismo aos Estatutos e aos Regulamentos em Dezembro de 2013, com as seguintes definições:
a) Por Naturismo entende-se:
Uma forma de viver em harmonia com a Natureza caracterizada pela prática da nudez
colectiva, com o propósito de favorecer a auto-estima, o respeito pelos outros e pelo meio ambiente.

b) Por Nudismo entende-se:
A simples prática da nudez, de preferência quando em contacto directo com a Natureza.
Para alguns esta terá sido uma mudança que desvia a FPN do seu caminho e da defesa do Naturismo, para outros uma aposta arriscada dada a carga negativa que esta palavra tem nos países do Sul da Europa e particularmente em Portugal.

Para nós é um caminho natural que em nada nos desvia do objectivo, do rumo e da defesa da definição de Naturismo vinculada pela INF/FNI na qual estamos inscritos, até porque esta inclui naturismo/nudismo na sua definição.
The purpose of the non-profit association is:

1. Naturism/nudism is a way of life in harmony with nature whose activities are not directed towards profit. It is characterized by the practice of common nudity, with the intention of encouraging respect for oneself, respect for others and respectfor the environment.

2. The goal of naturism/nudism is the promotion of thephysical and mental health of humans in nature or in athletic activities. The INF-FNI supports all initiatives that nurture the body, the mind, and the soul, and opposes anything that can cause harm, especially the abuse of nicotine, alcohol, and drugs. It promotes the protection of nature andthe environment.
Este passo devidamente ponderado, teve como objectivo aproveitar a actualização de Estatutos solicitada pelas entidades filiadas na FPN, para harmonizar a nossa definição com a da INF/FNI e em simultâneo dar uma maior abrangência à FPN evitando problemas futuros na representatividade da nudez social.

A palavra nudismo com a sua fonte de carga negativa passou a designar de forma abrangente um conjunto de pessoas, actividades e comunidades que nada tem a ver com a prática do naturismo.

No entanto não podemos renegar parte da nossa história e das nossas origens, o homem nasce nu, durante séculos viveu nu e em algumas culturas a nudez ainda é uma forma de estar na vida.

Só através da consciencialização e do desenvolvimento humano foi possível criar filosofias e modos de vida entre os quais o que actualmente é designado por naturismo.

Mas a nossa origem está no nudismo e não é nosso entendimento que renegando o passado se constrói o futuro.

O Naturismo nasce em Portugal de forma consistente no pós 25 de Abril, muito depois da criação do naturismo, tendo adoptado esta designação.

Para alguns a palavra naturismo evoluiu do nudismo porque seria mais fácil criar um novo conceito do que lutar pela sua defesa e “limpeza” .

Uma forma de pensar e actuar que põe em causa o futuro da palavra naturismo se a mesma vier a ser objecto de uma carga negativa no futuro, obrigando a criar uma nova palavra para dizer o mesmo e definir o mesmo.

Aqui chegados, nudismo para nós é válido e enquadrado dentro da ética e das práticas naturistas, especialmente no ambiente da nudez social onde a componente filosófica e teórica está menos presente e devidamente enquadrado pelo respeito ambiental e em comunhão com a natureza.

As restantes conotações não são parte da nossa forma de estar, constituindo muitas delas formas tipificadas como crime na lei e sendo factores de risco para a perda de direitos conquistados, mas estas não fazem parte da nossa definição de nudismo e muito menos do nosso futuro, excepto pelo esforço necessário que elas representam para dignificar o nudismo e defender o naturismo em Portugal.
____________________________________________________